Buscar pelos serviços de design se tornou imprescindível nos negócios. Sua capacidade de viabilizar uma comunicação mais clara e eficiente, solucionar problemas estratégicos e aproximar os produtos do público alvo são algumas das grandes vantagens dessa relação.

De uma forma geral o primeiro contato entre os consumidores e a empresa se dá através da percepção visual, seja por meio de uma embalagem, anúncio, uma postagem nas redes sociais, cartão de visitas, folder, uma fachada, um veículo plotado, um site, ou qualquer outro ponto de contato da empresa.

Para que esse contato seja positivo, precisa haver uma conexão entre a marca e o público que se pretende atingir, caso contrário, pode passar despercebido.

O Design e a luta contra a concorrência

Em um mercado onde a concorrência em diversos setores é acirrada, a forma como a empresa investe em design é fator fundamental para gerar valor e ter vantagens competitivas.

Um belo exemplo de concorrência foi visto na reportagem “Carrefour e Pão de Açúcar se enfrentam em todos os formatos de lojas” da Revista Exame. Nela percebemos que com reestruturações e novos lançamentos, os varejistas têm o desafio de rentabilizar modelos de supermercado e lojas de conveniência, bem como as vendas online. O design, não somente visual, como estratégico, fazem a diferença nesse aspecto.

Na reportagem vemos que o Carrefour tem investido em produtos mais saudáveis e planeja aumentar a oferta de produtos orgânicos em suas lojas em 85% em 2019. A varejista espera que as vendas de alimentos orgânicos atinjam 500 milhões de reais até 2022.

Já no Grupo Pão de Açúcar o destaque fica para o modelo de proximidade. A rede tem 235 lojas de proximidade, que representam 2,1% das vendas. Agora, a empresa lançou um novo modelo de loja a partir do formato Minuto, voltado para escritórios e grandes centros comerciais e nos últimos meses inaugurou uma loja física, um aplicativo e um site dedicados a vinhos, o Pão de Açúcar Adega.

As duas também disputam acirradamente o mercado de vendas de alimentos pela internet. Embora o mercado ainda seja pequeno, de apenas 0,4% do total, grandes companhias estão correndo atrás do consumidor através de sites e aplicativos próprios e ajuda de startups.

O foco no cliente é o que tem chamado a atenção das empresas para o Design. Um bom exemplo disso é a Apple, uma empresa mundialmente conhecida por seus aparelhos eletrônicos cujo principal diferencial é o foco na satisfação do cliente. É claro que a empresa oferece produtos de qualidade e design superior, mas se não fosse seu foco primário no cliente esse sucesso todo não seria possível.